Pacto é considerado exemplo no combate à escravidão
15-02-2013

Boletim do grupo internacional de Estratégia Corporativa e Desenvolvimento Industrial apresenta análise elogiando iniciativa brasileira

Por Repórter Brasil

O Pacto Nacional pela Erradicação do Trabalho Escravo foi considerado uma “ferramenta poderosa” na luta contra exploração de trabalhadores em análise apresentada na edição de dezembro do boletim Trabalho Global, produzido pelo grupo internacional Estratégia Corporativa e Desenvolvimento (Industrial Corporate Strategy and Industrial Development – link para a página da organização em inglês), ligado à Universidadee Witwatersrand, na África do Sul.

Clique aqui para baixar documento em PDF em inglês com o artigo na íntegra.

Na análise, as pesquisadoras Lisa Carstensen e Siobhán McGrath, das universidades de Kassel, na Alemanha, e Lancaster, na Inglaterra, apresentam a iniciativa brasileira como uma ferramenta inovadora. “O Pacto por si só não vai resolver o problema [da escravidão contemporânea], mas pode beneciar enormemente aqueles que estão tentando fazer mudanças”, escrevem.”É inovadora a visão de responsabilidades compartilhadas por violações de direitos trabalhistas, que envolvem não apenas as companhias, mas também fornecedores e cadeias produtivas”, ressaltam.

O boletim Trabalho Global é uma publicação regular encaminhada para acadêmicos de todo mundo vinculados à rede Universidade Global do Trabalho (Global Labour University, ou GLU, da sigla em inglês), que compreende, além da Universidade Witwatersrtand, a Universidade de Kassel e a Escola de Economia e Direito de Berlim, ambas na Alemanha, a Universidade de Campinas (Unicamp), de São Paulo, e o Instituto Tata de Ciências Sociais de Mumbai, na Índia.