Relembre os votos dos deputados na PEC do Trabalho Escravo
11-09-2014

Dos parlamentares que votaram a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) do Trabalho Escravo em 2012, 85% são candidatos a algum cargo nas eleições deste ano, 373 deles disputam a reeleição. É o que mostra um levantamento feito pela ONG Repórter Brasil através do cruzamento de dados públicos do Departamento Intersindical de Assessoria Parlamentar (DIAP), da Câmara dos Deputados e do Tribunal Superior Eleitoral.

Os dados obtidos pela Repórter Brasil foram organizados em um infográfico que mostra como se posicionou cada um dos deputados na votação. A ferramenta permite que a consulta seja feita por unidade de federação ou por partido (aqueles a que os políticos pertenciam no momento da votação, em maio de 2012).

A Proposta Emenda Constitucional 438/2001 foi aprovada em 22 de maio de 2012, em segundo turno, na Câmara dos Deputados. Dos 512 integrantes da Câmara Federal, 414 estiveram presentes, dos quais: 360 votaram a favor, 29 votaram contra e 25 se abstiveram. Eram necessários 308 votos favoráveis. Leia a reportagem da Repórter Brasil para relembrar mais detalhes sobre a votação.

Informações: Repórter Brasil