Mineração é a maior responsável por mortes no trabalho no mundo
03-07-2015

O Politike (blog da Carta Capital sobre política internacional, direitos humanos e economia) publicou nesta semana um texto sobre as condições de trabalho no setor da mineração. Segundo a Organização Internacional do Trabalho, a indústria extrativista é a que oferece mais risco de acidente e de morte por ser a que menos oferece segurança aos trabalhadores. Além da falta de segurança, os trabalhadores das minas estão mais sujeitos a desrespeitos em termos salariais, jornada de trabalho e abusos físicos.

O texto do Politike traz informações de um relatório da Human Rights Watch (HRW) sobre o trabalho nas jazidas de ouro na Tanzânia, onde os trabalhadores chegam a ter jornadas de 24 horas e os acidentes são comuns. O caso da Tanzânia não é o único. Jazidas da Eritreia e de Ghana também possuem várias violações de direitos dos trabalhadores e são acusadas de utilizar mão de obra escrava. Além da exploração e do desrespeito aos trabalhadores, a falta de fiscalização é apontada como um chamariz para atividades ilegais como lavagem de dinheiro, tráfico humano, de drogas e de armas. Leia o artigo completo publicado na sessão de Direitos Humanos do Politike.

Fonte: Politike

Imagem: Fairphone / Flickr / Creative Commons