Polícia prende suspeitos de traficar pessoas para prostituição no DF
28-08-2015

A polícia prendeu, nesta sexta-feira (28), suspeitos de integrar uma quadrilha de tráfico de pessoas para exploração sexual no Distrito Federal. Aliciadas e trazidas de vários estados para Brasília e região, as vítimas eram mantidas em cárcere privado e exploradas em um esquema de prostituição. Três mulheres foram resgatadas de local que servia de cativeiro na região central do Areal, em Águas Claras.

Segundo informações publicadas pelo Jornal de Brasília .com.br, a polícia também encontrou um caderno com anotações referentes a programas desde 2012. As vítimas, que já estão sob a proteção do Ministério da Justiça, tinham entre 18 e 25 anos e eram obrigadas, além de se prostituir, a usarem drogas. Todo o dinheiro era entregue à Márcio de Melo Miranda, 34 anos, sua esposa, Helena de Freitas Carvalho, 31, e dois parceiros do casal: Luiz Carlos da Silva Januário e Daniel Macedo Magalhães, ambos com 27 anos.

Leia a reportagem completa no site  Jornal de Brasília .com.br

Imagem: Reprodução