Aplicativo compara renda mensal com a de multimilionários da América Latina
10-08-2016

Como transformar em números as desigualdades sociais dos países? Para dar clareza e mobilizar cidadãos para o combate à pobreza, a equipe da agência de jornalismo investigativo Ojo-Público em parceria com a organização Oxfam criou “A Calculadora da Desigualdade”. O aplicativo explicita as diferenças de renda entre a população mais rica e mais pobre de 16 países da América Latina. Cada usuário pode colocar sua renda familiar e compará-la com a renda de multimilionários do próprio país.

A “Calculadora da Desigualdade” se baseia em um algoritmo, que divide a renda per capita mensal de um domicílio. Esse resultado é comparado com a renda do país informado pelo usuário e ordenado em 10 partes – do mais pobre para o mais rico. A comparação entre esses cálculos fornece uma estimativa de tempo que o usuário precisaria trabalhar para atingir a renda média mensal de um multimilionário.

Além desse dado, a “Calculadora da Desigualdade” permite comparar a renda informada com a renda média mensal dos 10 diferentes grupos. “A brecha de tempo explica de maneira lúdica e direta a distância inalcançável que separa o cidadão comum dos multimilionários”, afirma a OjoPúblico no texto introdutório do aplicativo. Os dados sobre a renda dos multimilionários foram retirados do informe World Ultra Wealth Report, publicado em 2014.

A Oxfam, parceira neste projeto, é uma organização presente em 94 países e promove ações para fim da pobreza e da desigualdade. A iniciativa surgiu em 1942, quando um grupo de pessoas de Oxford, na Inglaterra, se reuniu para pensar soluções e ajudar os refugiados gregos durante a 2ª Guerra Mundial. As ações da organização foram ampliadas e novos países se somaram ao combate à pobreza.

Poliana Dallabrida
Jornalista da Papel Social

Imagem: Divulgação OjoPúblico/Oxfam