Empresa associada do InPACTO lança plataforma de Pecuária Sustentável
31-08-2016

O acompanhamento da origem da carne bovina produzida no Brasil ganhou um importante aliado do ponto de vista da responsabilidade social. Na quinta-feira, 25 de agosto, o Grupo Carrefour Brasil, associado do InPACTO, lançou a Plataforma de Pecuária Sustentável – um sistema de monitoramento dos processos produtivos e das práticas socioambientais de todos os seus fornecedores no país. A ferramenta será implantada em parceria com os 22 produtores de carne bovina in natura, que fornecem à empresa e deverão atender critérios e boas práticas estabelecidas por esta política.

O lançamento da plataforma foi sucedido pelo evento “Diálogos sobre Pecuária Sustentável”, realizado pelo Grupo Carrefour Brasil em parceria com o Governo do Estado do Mato Grosso, com a presença do governador, Pedro Taques, do Diretor Geral Adjunto do Grupo Carrefour, Jérôme Bédier, do CEO do Grupo Carrefour Brasil, Charles Desmartis, e representantes de entidades e empresas do setor da pecuária bovina.

Produção sustentável se dá com inovação
A plataforma, desenvolvida em parceira com a AgroTools, empresa de geomonitoramento e big data, irá cruzar dados das plantas produtivas de cada fornecedor do Grupo com critérios para identificar possíveis inconformidades, coibindo que as fazendas produzam carne em áreas de desmatamento, em propriedades embargadas, em unidades de conservação, em terras indígenas ou com uso de trabalho análogo ao escravo. O Grupo Carrefour Brasil é membro fundador do InPACTO.

Com o uso dessa ferramenta, milhares de fazendas que fornecem para os frigoríficos parceiros do grupo passarão a ser acompanhadas. As informações cadastradas pelos produtores parceiros serão verificadas em auditorias externas. Todos os biomas brasileiros estão contemplados pela plataforma, sendo que o monitoramento do desmatamento será concentrado na região Amazônica, que reúne 28 plantas produtivas que trabalham em parceria com fornecedores do Grupo Carrefour. A implantação do sistema será feita progressivamente e será concluída até o próximo ano.

Foto: Divulgação/Grupo Carrefour